É APRESENTADO NA ALEMANHA NOVO VOLKSWAGEN POLO

Nova geração do Polo será fabricada no Brasil no segundo semestre e ficará entre o Fox e o Golf

 

        A Volkswagen, em um evento para a imprensa mundial, finalmente revelou o visual do novo Polo. O hatch voltará a ser vendido no Brasil no segundo semestre deste ano, sendo fabricado em São Bernardo do Campo (SP), por isso, é aguardado com muita expectativa no mercado nacional. A fabricante ainda não anuncia preços para o modelo, mas garante que ficará posicionado entre Fox e Golf. A comercialização deve começar pouco depois do Salão Frankfurt, que acontece em outubro.

        O Golf, atualmente, tem versões de R$ 78.130,00 e R$ 132.250,00, enquanto o Fox varia de R$ 46.890,00 e R$ 64.490,00. Entretanto, recentemente a Volkswagen afirmou que haverá mudanças nas versões de seus carros no Brasil, eliminando algumas delas. A gama de opções, portanto, desses dois modelos pode ser alterada até a chegado do Polo. Ele parte de 12.975 euros, cerca de 50 mil reais, na Alemanha.

        As mudanças no visual foi, claramente, inspirada em outros modelos, como o Golf reestilizado e no Arteon, cupê que substitui o CC em outros mercados. Já a lanterna traseira lembra a do Gol atual. “Este Volkswagen pode imediatamente representar o original de sua classe, mas também uma geração completamente nova. Um Polo com design expressivo que torna o compacto mais esportivo, clean e único dentro da gama da marca. Este é um carro que se encaixa perfeitamente aos nossos tempos, visual e tecnologicamente.”, afirma o chefe de design da Volkswagen, Klaus Bischoff.

        O painel com acabamento na cor da carroceria chama atenção para o interior, porém, esse detalhe não é oferecido de série, podendo ser adquirido em pacote por preço ainda não revelado. A cor de lançamento laranja não será oferecida no Brasil, mas a Volkswagen garante que o modelo nacional terá um pintura exclusiva para marcar sua chegada. A versão fabricada no Brasil também manterá as opções de customização do Polo, embora em menor número de combinações.

volkswagen-novo-polo-tras

MINI GOLF

        A plataforma é uma das grandes novidades desta geração do Polo. Nomeado MQB A0, ela é uma variação da base MQB do atual Golf, porém, encurtada. Isso não quer dizer que as dimensões do carro tenham sido comprometidas, já que a marca garante que o carro ficou maior, mais confortável e espaçoso do que a geração anterior.

        Apesar de ter ficado mais baixo, o espaço para os ocupantes aumentou. O novo Polo mede 4,05 metros de comprimento, 1,74 de largura, 1,44 de altura e 2,56 de entre-eixos, fazendo dele, 8,1 centímetros maior e 6,9 centímetros mais largo que a geração atual, além de oferecer 9,4 centímetros a mais de distância entre os eixos.

MOTORES E TECNOLOGIAS

        A nova linha Polo, na Europa, tem como primeira opção de motor o novo 1.0 TGI de 90 cavalos de potência movido a gás, que vem combinado a um câmbio manual de cinco marchas. O modelo também oferece opções 1.0 MPI aspirada a gasolina de 65 e de 75 cv, as duas manuais de cinco ou seis marchas ou automático DSG de sete velocidades. A opção 1.5 TSI de 150 cv também é turbo, assim como a 2.0 TSI de 200 cv, ambas oferecidas apenas com o câmbio DSG.

        São duas as motorizações a diesel: 1.6 TDI de 80 cv com câmbio manual de cinco marchas e outra de mesma cilindrada, mas que alcança 95 cv e pode ser equipada com câmbio manual de cinco marchas ou automático DSG de sete marchas.

        A VW, no Brasil, afirma que o Polo não terá novos motores, será equipado com opções já oferecidas em sua linha de veículos no país. Nós arriscamos que o modelo nacional terá o bloco do Golf 1.0 turbo de 125 cv, além do 1.6 de 120 cv para as versões de entrada.

volkswagen-novo-polo-2

POLO GTI E TECNOLOGIAS NOVAS

        Para enfrentar o Ford Focus ST, Mini Cooper e Audi A1 na Europa, o hatch terá um versão GTI, mas esta ainda não se encontra confirmada para mercado nacional. Por lá, terá 200 cv de potência e aceleração de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos. “Os fãs da linha GTI vão adorar o novo Polo. Ele está mais GTI do que nunca, muito mais preciso.“, afirmou Herbert Diess, Chairman do Board da Volkswagen.

        O novo Polo oferecerá também novas tecnologias de assistência ao motorista e de entretenimento para os passageiros. Entre as novidades, frenagem automática para pedestres e para evitar acidentes, assistente de estacionamento, monitoramento de pontos cegos e de tráfego cruzado e controle de velocidade de crueiro adaptativo, capaz de parar completamente e acelerar novamente dependendo do tráfego. Até o momento, nenhuma dessas tecnologias está confirmada para o Brasil.

PAINEL DIGITAL E NOVO SISTEMA MULTIMÍDIA

        A peça central do interior reformulado é a nova tela multimídia sensível ao toque que pode ter até 8 polegadas, dependendo da versão. Além de exibir informações do veículo, ela ainda traz conectividade com celulares. O painel de instrumentos analógico também foi substituído por uma tela digital e forma um desenho integrado com o sistema multimídia. Trata-se da segunda geração do mostrador 100% digital da Volkswagen, que faz sua estreia nesta sexta geração do Polo e deverá também ser vendida, como opcional, no Brasil.

volkswagen-novo-polo-dentro

SUV, SEDÃ E PICAPE

        Por hora, a Volks quer criar expectativa pelo Polo, mas já estamos ligados nos modelos que o sucede. Já está confirmado que a montadora trabalha no desenvolvimento do Virtus, um novo sedã. Como uma versão sedã do Polo, o modelo deve chegar ao Brasil até o começo de 2018 e ficara posicionado entre Voyage e Jetta. O modelo não deve aparecer na Europa – nem mesmo no Salão de Frankfurt – já que não será vendido em nenhum país do continente.

        Ainda mais distante está o próximo SUV da VW, que deve ser inspirado no conceito T-Cross Breeze. O objetivo será ocupar o espaço que há na disputa por SUVs compactos. Porém, a expectativa para a chegada deste carro é para o fim de 2018.

        A Volkswagem também está desenvolvendo uma nova picape média, que, no Brasil, terá o objetivo de disputar mercado com a Fiat Toro. É esperado que ela aposte em versões com cabine dupla e não elimine a Saveiro, que continuaria como picape de entrada.

 


Fonte: Auto Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *